Início Destaques Lula diz que é preciso ‘consertar’ PF e PRF: “Não queremos que...

Lula diz que é preciso ‘consertar’ PF e PRF: “Não queremos que policiais fiquem dando show antes de investigar”

145
0

Powered by WP Bannerize

O presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT) disse nesta sexta-feira (09.12) que não descarta a ideia de desmembrar o Ministério da Justiça e Segurança Pública para depois criar o Ministério da Segurança Pública, mas que não deve fazer isso de forma imediata. A declaração ocorreu ao anunciar o ex-governador do Maranhão, senador eleito Flávio Dino (PT).

Durante a campanha eleitoral, Lula disse que se eleito, iria recriar o Ministério da Segurança Pública. A pasta foi criada no Governo Michel Temer (2016-2018), mas acabou fundida ao Ministério da Justiça no Governo Jair Bolsonaro (2019-2022).

Na coletiva desta sexta (09), Lula reforçou o desejo de recriar a pasta, mas que primeiro o novo ministro Flávio Dino terá a missão de “consertar o funcionamento do Ministério da Justiça, de consertar o funcionamento da Polícia Federal”.

“Nós temos o interesse de criar um Ministério de Segurança Pública, mas a gente também não pode fazer a coisa de forma atabalhoada. O companheiro Flávio Dino tem a missão, primeiro, de consertar o funcionamento do Ministério da Justiça, de consertar o funcionamento da Polícia Federal porque nós queremos que as carreiras de Estado sejam carreiras de Estado”, declarou o petista.

Ele ainda acrescentou: “Não queremos que policiais fiquem dando shows nas investigações antes de investigar. Queremos que as pessoas tratem com seriedade as investigações. Nós sabemos quanta gente se meteu na política de forma desnecessária. Então, nós vamos primeiro arrumar a casa e depois vamos começar a trabalhar a necessidade de criar o Ministério da Segurança Pública. […] Nós não podemos fazer da Segurança Pública uma pirotecnia. Nós estamos cansados de ver dezenas de pessoas serem vítimas de ações policiais sem nenhuma explicação”, acrescentou o presidente eleito”.

Lula disse ainda que à frente do Ministério da Justiça, Dino terá de “consertar” o funcionamento da Polícia Rodoviária Federal (PRF). “Durante o processo eleitoral, [a PRF] virou uma polícia cabo eleitoral de um candidato”.

Fonte: Vgn Notícias

Powered by WP Bannerize