Início Destaques Três pessoas são presas e 30 quilos de drogas apreendidas na região...

Três pessoas são presas e 30 quilos de drogas apreendidas na região Norte de MT

11
0

Policiais militares da Força Tática do 3º Comando Regional prenderam três pessoas pelo crime de tráfico ilícito de drogas, em ocorrências registradas nesta terça-feira (07.06), nas cidades de Sinop e Sorriso. Nas duas ações policiais, foram apreendidos o total de 30 quilos de maconha.

Em Sinop, por volta de 16h45, a equipe da Força Tática recebeu informações compartilhadas das equipes locais de inteligência e do Estado de Goiás sobre uma mulher que estaria transportando maconha em um ônibus interestadual. Segundo a denúncia, o ônibus teria saído de Cuiabá com destino a uma cidade no interior do Estado do Pará.

De posse das informações, as equipes encontraram o ônibus durante uma parada no terminal rodoviário de Sinop e localizaram uma mala contendo 23 tabletes de maconha. Em verificação minuciosa, foi identificado que a mala seria de uma mulher de 18 anos, que recebeu voz de prisão em flagrante, por tráfico de drogas, e foi encaminhada à delegacia da cidade.

Na cidade de Sorriso, durante patrulhamento tático no bairro Morada do Bosque, por volta de 20h40, a equipe da Força Tática avistou um veículo Gol verde transitando de farol apagado. Foi solicitado ordem de parada ao condutor, que empreendeu fuga em alta velocidade, desrespeitando os sinais de trânsito e colocando a vida de terceiros em risco.

Durante a fuga, o condutor perdeu a direção do veículo, momento em que os policiais militares conseguiram fazer a abordagem. Em revista pessoal, nada de ilícito foi encontrado. Em vistoria veicular, a equipe da PM encontrou seis tabletes de maconha, que foram apreendidos.

Os dois suspeitos, um homem e uma mulher, receberam voz de prisão e foram encaminhados à delegacia da cidade para registro da ocorrência e demais providências cabíveis.

 

Disque-denúncia  

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, sem precisar se identificar, por meio do 190, ou disque-denúncia 0800.065.3939.

Fonte: Mídia News