Início Cidades ‘Indignada e aflita’, mãe de Isabele diz que não vai se calar...

‘Indignada e aflita’, mãe de Isabele diz que não vai se calar após TJ soltar atiradora

10
0

Poucas horas após a decisão do Tribunal de Justiça que deu liberdade à B.C., autora do crime que vitimou Isabele Guimarães Ramos, 14, em julho de 2020, a mãe da jovem desabafou em uma rede social, afirmando que está ‘indignada, surpresa e aflita’. Ela ainda criticou a mudança do entendimento do crime. Agora, a Justiça considera que a atiradora ‘não teve intenção de matar’, diferente do resultado do inquérito policial.

A liberdade da atiradora acontece faltando 33 dias para completar 2 anos da morte da menor, que ganhou repercussão internacional. Isabele foi morta com um tiro dentro do banheiro do quarto da amiga, em uma casa de luxo, no condomínio Alphaville, em Cuiabá, no dia 12 de julho.

“Minha filha não foi morta com uma arma de gatilho simples, mas uma arma que teve que ser municiada, alimentada e carregada e a atiradora era perita nisso…foi morta sem qualquer chance de defesa!!”, desabafou a empresária Patrícia Guimarães Ramos.

Acontece que, conforme já divulgado pela reportagem do GD, além de terem dado liberdade à atiradora, a 3º Câmara Criminal ainda mudou o entendimento do crime, que passou de homicídio doloso – quando há intenção de matar – para culposo, ou seja, quando não há intensão de matar.

“Desqualificar esse crime de doloso para culposo é inconcebível!! Não vou me calar diante do tamanho absurdo!!”, finalizou Patrícia, que já afirmou que vai buscar formas de recorrer da decisão junto ao Ministério Público Estadual (MPE).

Com a liberdade, a atiradora já passou a primeira noite em casa ao lado dos pais e dos irmãos gêmeos. Ela deixou o Lar Menina Moça ainda horas após a decisão ser homologada nesta quarta.

Fonte: Gazeta Digital