Início Notícias Fraudadores de cartões de crédito são alvos da Polícia Federal

Fraudadores de cartões de crédito são alvos da Polícia Federal

3
0

A Polícia Federal cumpre, nesta quara-feira (1º), em Barra do Garças (520 km de Cuiabá), mandado de busca e apreensão contra “crackers”, suspeitos de fraudes contra bancos e estabelecimentos comerciais.

A ação faz parte da Operação Apaches, deflagrada pela Polícia Federal do Tocantins. Ao todo são 11 mandados de busca apreensão cumpridos em Praia Norte (TO), Tocantinópolis (TO), Itaguatins (TO), Imperatriz (MA), Marabá (PA), Barra do Garças (MT), Goiânia (GO), Aparecida de Goiânia (GO), Porangatu (GO), Navegantes (SC).

Ao todo, mais de 40 policiais foram às ruas. As ordens foram expedidas pela 2ª Vara Estadual de Agustinópolis (TO).

 

Conforme as investigações, os criminosos utilizavam dados de cartões de crédito de terceiros. A maioria dos dados eram capturados com a propagação de anúncios falsos em redes sociais, direcionando o usuário a páginas falsas, induzindo-os ao erro.

 

A operação é um desdobramento das operações Cracker e Backdoor, deflagradas pela Polícia Federal no Tocantins nos anos de 2017 e 2018, no intuito de reprimir crimes cibernéticos no estado.

 

Segundo a PF, os investigados poderão responder, na medida de suas responsabilidades, pelos crimes de associação criminosa e estelionato, cujas penas, se somadas, podem chegar a 8 anos de reclusão.

Apaches

O nome da Operação Apaches faz referência a uma tribo de nativos americanas conhecidos pela sua grande resistência em combate e pela superioridade de suas estratégias de guerra.

Destaca-se que, em razão da pandemia causada pela COVID-19, foi adotada logística especial de prevenção ao contágio, com distribuição de EPI’s a todos os envolvidos, a fim de preservar a saúde dos policiais, testemunhas e investigados.

Deixe uma resposta