Início Destaques Funcionário é preso acusado de se masturbar dentro de hospital

Funcionário é preso acusado de se masturbar dentro de hospital

2
0

Um técnico de enfermagem de 30 anos foi preso nesta segunda-feira (30) após ser acusado de se masturbar na frente da mãe de um paciente do Hospital e Maternidade Femina, em Cuiabá.

 

De acordo com a Polícia Militar, o caso ocorreu por volta das 18h. A vítima relatou que estava na unidade de saúde para cuidar do filho de 1 ano que está internado.

Dentro do box de emergência, a mulher fazia a limpeza de uma sonda do filho que continha leite e que havia estourado. Durante este processo, a vítima conta que o técnico de enfermagem entrou várias vezes no local.

Em seguida, em certo momento, parou atrás da mulher e começou a mexer dentro de sua calça. Ao virar de frente para o suspeito, consta no B.O. que a vítima viu o funcionário com uma mão dentro da calça mexendo em seu pênis.

Assim que percebeu que foi flagrado, o homem pediu desculpas e saiu rapidamente do local. Na sequência, a mãe do paciente já entrou em contato com a Polícia Militar e denunciou a importunação sexual.

 

Os militares foram até o hospital e prenderam o técnico ainda no local. O homem foi encaminhado para o Plantão de Atendimento à Vítima de Violência Doméstica, Familiar e Sexual.

 

Por meio de nota, a Femina se manifestou afirmando que repudia veementemente todo e qualquer tipo de conduta desrespeitosa.

 

Ainda segundo o hospital, o funcionário foi afastado e a unidade de saúde está auxiliando nas investigações feitas pela Polícia Civil, que deve assumir o caso.

 

Confira nota na íntegra:

 

O Hospital e Maternidade Femina repudia veementemente todo e qualquer tipo de conduta desrespeitosa e informa que está colaborando com a autoridade policial na investigação e apuração do fato ocorrido nesta segunda-feira (30.08).

 

O funcionário já encontra-se afastado, enquanto aguarda a resolução do inquérito, onde serão adotadas todas as medidas cabíveis nos termos da lei.

Informações: Reporter MT

Deixe uma resposta