Início Destaques Arena Pantanal poderá ser aberta ao público já em setembro

Arena Pantanal poderá ser aberta ao público já em setembro

5
0

O secretário de Cultura, Esporte e Lazer do Estado Alberto Machado, o Beto Dois a Um, acredita que a Arena Pantanal possa ser aberta ao público já no segundo turno da Série A do Campeonato Brasileiro, que tem início dia 11 de setembro.

 

Com poucas exceções, os estádios de futebol brasileiros estão sem receber público há mais de um ano devido à pandemia do coronavírus. Agora, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) lançou um protocolo com recomendações para a retomada do público aos jogos.

 

Beto afirmou que a Arena Pantanal – sede dos jogos do Cuiabá – já está preparada para o retorno.

 

“O Estado está à disposição para receber os jogos. A gestão do Campeonato Brasileiro é da CBF. É uma gestão que já está construindo protocolos para que a gente comece essa retomada. Eu imagino que o mais rápido possível seja o ideal, já no segundo turno do campeonato brasileiro”, afirmou o secretário.

“A Arena está impecável para receber os jogos, a gente está pronto para que a Arena seja um fator determinante para que o Cuiabá consiga mandar seus jogos aqui com muita força”, emendou.

 

O secretário ainda revelou que encontros frequentes entre as confederações estaduais e a CBF já estão ocorrendo.

 

“Eles vêm dialogando fortemente para que a gente possa auxiliar o Dourado. O Cuiabá está vivendo um momento especial, recuperou a autoestima do nosso futebol, e nós temos que fazer das tripas coração. O Estado está fazendo sua parte”.

 

Unidade para o retorno

 

O objetivo, segundo Beto, é que se encontre uma unidade para que a maioria das torcidas dos clubes que estão na série A do Brasileirão volte aos estádios.

 

“Houve alguns testes na série B, que não funcionaram. É uma questão de todos estarem equiparados. Eu não consigo imaginar um cenário onde Cuiabá tenha público e o Flamengo não. Onde o Cuiabá tenha público e o melhor time do Brasil, o Inter, não”, brincou o colorado.

 

“Não existe essa possibilidade. É uma questão da gente trabalhar em conjunto para o mais rápido possível liberar”, completou.

 

O entendimento do secretário ocorre porque, de acordo com o protocolo lançado pela CBF em agosto, se um dos times não tiver autorização das autoridades sanitárias para receber público em seu estádio, o outro clube também não será autorizado a vender ingressos para a partida em que atuará em casa.

Deixe uma resposta