Início Política Emanuel pede respeito à maioria e defende Faiad na presidência

Emanuel pede respeito à maioria e defende Faiad na presidência

135
0

Prefeito e aliados não concordaram com Janaina presidindo a legenda em Cuiabá

O prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) defendeu a manutenção do advogado Francisco Faiad na presidência da Executiva de Cuiabá. Para ele, Faiad foi leal, compromissado e defendeu com garra a sua candidatura à reeleição.

 

O embate pelo comando do MDB Cuiabá começou após o presidente da sigla em Mato Grosso, deputado federal Carlos Bezerra, anunciar, no início deste mês, que a deputada Janaina Riva tomaria o posto.

 

Ocorre que os aliados de Emanuel não concordaram com a decisão de Bezerra por entenderem que a parlamentar não apoiou a candidatura de Emanuel na eleição deste ano. Janaina, no primeiro turno, apoiou o candidato Roberto França (Patriota) e no segundo se manteve neutra.

“O embate, na verdade, é Faiad e Janaina. E a luta é pelo comando do MDB municipal.  E nós – a ampla maioria dos filiados, dos candidatos a vereadores, e do vereador reeleito Juca do Guaraná – queremos a manutenção da lealdade, fidelidade e de quem venceu as eleições”.

“De quem conduziu com muita garra, determinação e compromisso partidário que é o companheiro Faiad. A minha posição é solidária ao Faiad”, defendeu Emanuel.

Emanuel garantiu que não é contra a Janaina na presidência da sigla, mas sim que seja respeitada a vontade do que, segundo ele, é a decisão da maioria.

 

“Não sou contra a deputada.Sou a favor do Faiad junto a maioria esmagadora do partido”, sintetizou.

 

Pingo nos is

Com o racha no MDB, começou a ventilar a possibilidade de Emanuel deixar a sigla. Ele negou a saída e afirmou que ainda terá uma conversa com o presidente Carlos Bezerra para colocar os pingos nos is.

“Por hora pretendo continuar. São problemas normais fruto do comportamento da elite partidária nas eleições de Cuiabá, mas eles perderam as eleições”.

“Agora, vamos conversar e colocar os pingos nos is sobre a liderança do nosso grande líder, que é unanimidade e tem todo nosso respeito, que é Carlos Bezerra”, afirmou Emanuel.

Os correligionários aguardam a melhora do quadro de saúde de Bezerra. Ele foi diagnosticado com Covid-19 no último dia 14 de dezembro.

Fonte: https://www.midianews.com.br/politica/emanuel-pede-respeito-a-maioria-e-defende-faiad-na-presidencia/390621