Início Esportes Umtiti é vítima de racismo da torcida da Lazio e ganha apoio...

Umtiti é vítima de racismo da torcida da Lazio e ganha apoio da Fifa e de clubes

124
0

Powered by WP Bannerize

Mais um caso de racismo manchou a rodada de futebol nos gramados da Europa. Nesta quarta-feira, torcedores do Lazio que foram ao estádio Via del Mare, casa do Lecce, para duelo do Campeonato Italiano, entoaram cânticos racistas contra jogadores negros e africanos e miraram o zagueiro Umtiti.

O jogo chegou a ser paralisado pelo árbitro Livio Marinelli, que ameaçou suspendeu a partida caso não parassem com as provocações, e a torcida local acabou ‘abafando‘ os ultras rivais cantando o nome do defensor em coro. Nesta quinta-feira, o presidente da Fifa, Gianni Infantino, e clubes como o Barcelona e o Lyon manifestaram repúdio à atitude e declararam apoio ao jogador.

O defensor nascido em Camarões, mas nacionalizado francês, deixou o gramado chorando. O companheiro Lameck Banda, de Zâmbia, também ficou mal com os cânticos desrespeitosos e difamatórios. Apesar das provocações, Umtiti pediu ao árbitro que desse sequência na partida para o Lecce responder em campo. O time perdia por 1 a 0 e buscou a virada por 2 a 1.

Ainda na saída do gramado, Umtiti recebeu um abraço de apoio do presidente do clube, Saverio Sticchi Damiani. ‘Quando o árbitro interrompeu o jogo, esperando que o locutor pedisse o fim dos cantos racistas, Umtiti pediu que o jogo fosse retomado porque queria responder aos insultos que recebeu em campo. Ele reagiu como um verdadeiro campeão‘, afirmou o dirigente.

A Federação Italiana de Futebol não se manifestou sobre o caso, mas a Fifa, através de seu presidente, Gianni Intfantino, condenou a ação imediatamente. ‘Solidariedade com Samuel Umtiti e Lameck Banda. Vamos gritar bem alto: NÃO AO RACISMO!‘, escreveu Infantino no Twitter. ‘Que a imensa maioria dos torcedores, que são pessoas de bem, se levantem para calar a boca de todos os racistas de uma vez por todas‘, completou.

O Lecce fez questão de engrandecer a resposta de sua torcida ao racismo. ‘Cânticos racistas foram superados por canções de encorajamento! Todos os torcedores amarelos e vermelhos do Lecce começaram a gritar um nome: Umtiti.’

Nesta quinta, o Barcelona fez questão de prestar apoio a seu jogador, que está emprestado ao clube italiano. ‘O FC Barcelona apoia totalmente Samuel Umtiti e se mantém firme em sua total oposição a toda e qualquer forma de violência, racismo, xenofobia e intolerância‘, afirmou o clube catalão.

O Lyon, outra equipe defendida pelo zagueiro, também se solidarizou. ‘Todo o nosso apoio ao nosso Samuel Umtiti e seu companheiro de equipe Lameck Banda, vítimas de cânticos racistas durante o jogo Lecce x Lazio ontem à noite. Estamos juntos, Samuel Umtiti.’

Campeão do mundo com a França em 2028, o defensor também recebeu apoio da seleção nacional. ‘Todo o nosso apoio a Samuel Umtiti e seu companheiro de equipe Lameck Banda, vítimas de canções racistas insuportáveis durante sua última partida pelo Lecce contra a Lazio. Estamos com você, Sam.’

A Lazio prometeu ajudar as autoridades na identificação dos culpados e condenou a atitude de ‘uma minoria que não representa a entidade.‘ Em nota oficial, o clube reprovou os cânticos racistas.

‘A Lazio condena os autores deste gesto desprezível, vergonhoso e anacrônico e, como sempre, oferecerá sua máxima colaboração às autoridades na identificação dos responsáveis‘, disse o clube romano. ‘Os torcedores da Lazio não são racistas e não podem ser associados a alguns indivíduos que prejudicam seriamente a imagem do clube.‘

Fonte Gazeta Digital

Powered by WP Bannerize