Início Destaques Grampolândia: Força-tarefa encaminha ao Judiciário inquérito sobre escutas ilegais

Grampolândia: Força-tarefa encaminha ao Judiciário inquérito sobre escutas ilegais

119
0

Powered by WP Bannerize

Da Redação

A Polícia Civil, por meio da força-tarefa que apura as interceptações telefônicas ilegais realizadas no Estado de Mato Grosso, conhecida como “Grampolândia Pantaneira”, encaminhou ao Poder Judiciário, nesta sexta-feira (16), o inquérito policial nº 02/2017.

O inquérito foi instaurado com o objetivo de apurar fraude no setor de protocolo da Casa Civil, tendo realizado o cancelamento, alteração e sumiço de uma vasta documentação apresentada por promotores à época, que denunciavam todo o esquema criminoso envolvendo captações telefônicas ilícitas, no âmbito do Estado de Mato Grosso, por meio de um escritório clandestino, orquestrado por policiais militares e agentes públicos civis.

Durante as investigações, foi possível constatar os supostos crimes de Inserção de Dados Falsos em Sistemas de Informações (Art. 313-A do CP), Supressão de Documento Público (Art. 305 do CP) e Obstrução à Justiça (Art. 2, § 1º do CP).

Conforme a delegada responsável pelas investigações, Ana Cristina Feldner, os fatos envolvendo a “Grampolândia Pantaneira” foram desmembrados em 7 inquéritos, de sorte que esta Força-Tarefa, mesmo diante do quadrante de complexidade envolvendo cada procedimento, encaminhou para o Poder Judiciário mais um inquérito policial, sem prejuízo de as investigações estarem em adiantada análise quanto aos demais.

A Coordenadora da Força-Tarefa, Ana Cristina Feldner e os delegados Renato Resende e Romildo Nogueira, agradecem a todos aqueles que laboraram e se encontram trabalhando na “Grampolândia Pantaneira”, sendo todos fundamentais para a devida conclusão deste procedimento criminal.

Fonte: Muvuca Popular

Powered by WP Bannerize