Início Destaques Emanuelzinho aprova liderança da bancada e avalia ser “justo” Fávaro ou Neri...

Emanuelzinho aprova liderança da bancada e avalia ser “justo” Fávaro ou Neri assumir ministério de Lula

147
0

Powered by WP Bannerize

O deputado federal Emanuel Pinheiro Neto – Emanuelzinho (MDB) defendeu em entrevista ao , políticas financeiras que possam garantir desenvolvimento social e investimentos no Brasil. Segundo Emanuelzinho, o Governo Lula – eleito para o próximo mandato – vai precisar rever a política de preços internacionais – equiparando e convertendo – para evitar novas altas no valor dos combustíveis.

“Em relação às altas dos combustíveis, sendo um problema que impacta a vida de todos os brasileiros, desde os mais humildes, a gente tem que rever urgentemente o preço de paridade internacional, que tá equiparando o valor dos combustíveis e convertendo em uma moeda que não é nossa, no dólar, então, isso com certeza afeta o preço final nas bombas. Em relação às medidas, vamos ter que rever toda nossa forma de enxergar a política econômica do Brasil, principalmente o ajuste fiscal – como realidade necessária – até porque o mercado não reage somente às medidas de Governo”, declarou o deputado.

Emanuelzinho também opinou sobre a escolha do deputado federal Juarez Costa (MDB) como líder da bancada mato-grossense, a possibilidade do deputado federal, Neri Geller (PP-MT) ou senador Carlos Fávaro (PSD-MT) assumir o comando do Ministério da Agricultura, bem como, esclareceu sobre “Proposta de Emenda à Constituição (PEC) da Transição”, que até o momento, somente a minuta foi enviado ao Congresso Nacional.

É necessário rever toda forma de enxergar a política econômica do Brasil com uma forte atuação no Ministério da Economia

Segundo o emedebista, até o momento, está esperando a elaboração do texto final da “PEC da Transição”, mas ressaltou ser preciso “entender que orçamento público não é a mesma coisa que orçamento privado”.

“Não basta somente você arrecadar mais que gastar, existe uma série de mecanismos de política macroeconômica que precisa funcionar, que possa garantir, além do superavit fiscal, a empregabilidade, a boa locação de recurso, o desenvolvimento social, mais investimentos no Brasil e melhoria do quadro institucional, para haver investimentos e todo esse cenário. Então, é um conjunto, não somente o superavit fiscal, superavit primário que dito somos numa economia de boa estrada”, argumentou.

Como ‘novato’ no MDB, Emanuelzinho despontou entre os favoritos a assumir a coordenação da bancada mato-grossense por assumir publicamente apoio ao presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Entretanto, o deputado federal Juarez Costa (MDB) foi o escolhido para a função. Sem polemizar, Emanuelzinho afiançou a escolha, classificando Juarez como experiente.

“É um parlamentar do meu partido, reeleito, já foi prefeito, tem experiência na política, é um homem sempre justo, sabe ouvir as demandas e escolher as prioridades de Mato Grosso. Então, eu acho que foi uma boa escolha e vai ajudar muito na liderança nos próximos dois anos”, disse o emedebista.

Já sobre a possibilidade de Neri ou Fávaro assumir o comando do Ministério da Agricultura, Emanuelzinho reiterou seu apoio. Segundo ele, ambos apoiaram Lula, então, avaliou ser “mais que justo e legítimo”.

“São ótimos nomes, tanto Neri, como Fávaro são especialistas na área de agricultura, quanto a deputada Rosa Neide que foi secretário de Educação no Estado de Mato Grosso. São pessoas extremamente qualificados, todos apoiaram o presidente Lula, é mais que justo e legítimo! Mato Grosso precisa de nomes daqui representando Mato Grosso na transição e nos ministérios”, finalizou.

Fonte: Vgn Notícias

Powered by WP Bannerize