Início Destaques Acusado de ser gerente do tráfico é morto em operação policial

Acusado de ser gerente do tráfico é morto em operação policial

131
0

Powered by WP Bannerize

Um homem acusado de ser gerente do tráfico de drogas em Juína morreu em confronto com policiais do Grupo de Operações Especiais (GOE) na Operação Retomada, deflagrada na manhã desta terça-feira (22).

Quatorze pessoas foram presas durante o cumprimento dos mandados, resultado de três inquéritos policiais diferentes que investigavam crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico.

De acordo com o delegado Ronaldo Binoti Filho, em entrevista à imprensa local, o homem reagiu durante buscas atirando contra os policias com uma espingarda calibre 12 de cano cerrado.

“Esse individuo reagiu, ele estava portando uma arma de fogo, uma espingarda calibre 12 de cano cerrado. E no momento que ele reagiu à atuação policial, ele foi neutralizado imediatamente e com um disparo foi a óbito, morreu instantaneamente”, explicou.

Ainda conforme Binoti, o homem era de alta periculosidade, com passagens criminais por dois homicídios e diversas tentativas, além de roubos a mão armada.

“Era um individuo de estrema periculosidade que atuava em várias regiões de Mato Grosso, e atualmente ele estava responsável pelo tráfico de drogas aqui na cidade de Juína”, explicou.

Segundo a Polícia, a vítima não era alvo direto na operação, mas possivelmente estava com algum dos alvos.

O local em que o embate aconteceu é um bar no Bairro Módulo 6, que segundo denúncias servia como “paiol”, local em que as armas era guardadas.

Operação

Foram 40 ordens judiciais, sendo 18 de prisão e 22 de busca e apreensão domiciliar. Todas elas expedidas pela 3ª Vara Criminal de Juína.

Conforme as investigações dos três inquéritos, o mesmo grupo controlava o comércio de drogas na região.

Segundo a Polícia foram 13 pessoas presas, 12 delas por mandados de prisão e uma por prisão flagrante.

De acordo com o delegado, alguns dos já estavam presos, e de dentro das penitenciárias lideravam o esquema.

A ação foi integrada e contou com apoio também da Ciopaer.

“Ação bastante exitosa que visa coibir esse grupo criminoso que atua na cidade, evitando que crimes mais graves como homicídios e roubos a mão armada continuem acontecendo na cidade”.

Fonte: Mídia News

Powered by WP Bannerize