Início Destaques Dono de casa noturna é preso, se descontrola e agride policiais

Dono de casa noturna é preso, se descontrola e agride policiais

121
0

Powered by WP Bannerize

O proprietário de uma casa noturna foi preso por perturbar o sossego da vizinhança e desacatar os policiais, em Cáceres (217 km de Cuiabá) na manhã de domingo (23). Durante a abordagem, ele ameaçou de morte um dos oficiais.

A Polícia Militar foi acionada por perturbação de sossego alheio causado por uma boate às 7h da manhã.

Quando os oficiais chegaram, oa vizinhos reclamaram que não conseguiram dormir por causa do som alto acompanhado de algazarras e que muitas pessoas faziam suas necessidades fisiológicas na porta de suas residências. Dentre os moradores estavam senhoras de idade.

Os policiais solicitaram a presença do proprietário do estabelecimento, mas ninguém se apresentava. Por causa disso, os militares cercaram o local para encontrar o responsável. O dono da casa noturna logo se apresentou, dizendo que eles não poderiam interromper a festa de forma alguma, pois tinha o alvará de funcionamento.

A averiguação do alvará foi solicitada, mas o homem não apresentou o documento com prontidão. Ao longo da abordagem, os policiais encontraram um menor de idade bêbado e ele confirmou que comprou e ingeriu bebida alcoólica no local.

Depois disso, os militares deram voz de prisão ao dono do estabelecimento. O homem, então, começou a se exaltar e desobedecer as ordens, dizendo que todos os policiais eram “uns bostas”. Houve tentativa de diálogo para evitar o uso da força, mas não deu certo.

Quando os policiais tentaram algemar o homem, ele resistiu e chegou a machucar com socos a testa de um policial ambiental e agredir um militar com chutes. Além disso, afirmou que era CAC (colecionador, atirador desportivo e caçador), que tinha mais de dez armas, que aquilo não iria ficar assim, dizendo ao policial “o que é seu está guardado”.

Durante a prisão do suspeito, a esposa dele apareceu e apresentou o alvará. No documento, o horário permitido estava em desacordo com o horário de funcionamento verificado na ocasião. Além disso, o ambiente não tinha isolamento acústico.

Segundo a PM, o proprietário do bar começou a machucar a si mesmo, mordendo a própria mão, boca e dedos. Ele também batia a parte de trás da cabeça em uma parede.

Em vídeo gravado por militar, uma das senhoras comenta que o barulho atrapalhou o descanso de sua irmã, que é portadora de necessidades especiais, e que não conseguiu dormir mesmo tomando remédio.

O boletim de ocorrência foi confeccionado e o suspeito encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil para as medidas que o caso requer.

Fonte: Mídia News

Powered by WP Bannerize