Início Cotidiano Moradora de MT, rainha do grau já foi detida 8 vezes e...

Moradora de MT, rainha do grau já foi detida 8 vezes e coleciona acidentes

167
0

Powered by WP Bannerize

Pamela Cristiane da Silva se autodenomina uma “má influencer’. Com apenas 25 anos, ela faz sucesso nas redes sociais com vídeos em que aparece andando empinando sua moto (a famosa manobra conhecida como grau) e já foi detida oito vezes – devido à prática proibida e por conduzir sem habilitação.

Conhecida como “Paam do Grau”, a influenciadora digital acumula 40 mil seguidores em sua conta no Instagram – o que a tem ajudado a pagar os boletos e sustentar suas três filhas.

“Desde que fiquei grávida da minha caçula não precisei comprar absolutamente nada do enxoval. Hoje ela tem seis meses e ainda a sustento com as publis que faço”, comentou.

O perfil de Pamela mistura fotos sensuais com diversos vídeos em que aparece empinando sua moto. A prática já rendeu diversos problemas com a polícia.

“A última vez que dormi na cadeia não estava dando grau. Os policiais me pediram para parar e encostei a moto para a abordagem. Já estou marcada, toda vez me param mesmo eu não estando no grau. Eles me puxaram pelo cabelo, me deram tapas e me agrediram verbalmente”, relata Paam.

De acordo com a influenciadora, o grupo de praticantes do grau que faz parte se reúne aos domingos nos últimos bairros de Nova Mutum, cidade onde mora em Mato Grosso.

“Vamos para as ruas mais afastadas em busca de tranquilidade para evitar qualquer tipo de acidente. Mesmo assim a abordagem policial é agressiva independentemente da forma que estamos pilotando. Nós só queremos um espaço tranquilo para fazer o que gostamos”, reclama.

Pamela conta que começou a andar de moto logo após o falecimento precoce de sua mãe.

“Estava passando as férias com a minha avó no interior e minha mãe estava indo me buscar. Ela sofreu um acidente de carro durante o percurso e morreu”, conta Pamela.

“Já era apaixonada por motos e quando ela ainda estava viva sempre me deixava andar na garupa com os amigos dela. Depois da partida da minha mãe a vontade de pilotar só aumentou, mas ninguém da minha família apoiava. Falavam que se eu andasse, minha mãe iria me buscar da mesma forma que ela se foi”

Nada que impedisse Pamela de empinar sua moto e colecionar acidentes pelo caminho. Com apenas 15 anos, ela e uma amiga saíram com a moto de um amigo sem a permissão. Resultado: bateram em um poste e por sorte não se machucaram.

Outro episódio foi ainda pior: após ingerir álcool, saiu com sua moto e sofreu um acidente.

 

Tenho orgulho de ser uma das primeiras mulheres no mundo do grau nas redes. Agora quero realizar meu maior sonho, que é me mudar para São Paulo

“Eu estava em uma ladeira e perdi o controle. Caí na boca de um bueiro e minha perna ficou presa. Nessa época eu morava com a minha tia, que foi chamada enquanto eu estava no hospital. Os médicos queriam amputar a minha perna, mas ela não deixou e me salvou”.

Foi com o ex-companheiro, com quem manteve relacionamento entre os 15 e 20 anos, que Pamela aprendeu efetivamente a andar e empinar as motos. Apesar das abordagens policiais e de nunca ter tirado uma CNH que a permita andar legalmente em duas rodas, a influenciadora crê ser uma inspiração para outras mulheres e já almeja novos voos.

“Tenho orgulho de ser uma das primeiras mulheres no mundo do grau nas redes. Agora quero realizar meu maior sonho, que é me mudar para São Paulo e fortalecer minha carreira no grau”, conclui Pamela.

 

Veja o vídeo:

 

Fonte: Mídia News

Powered by WP Bannerize