Início Destaques Com apelo religioso, ataques ao STF e a Lula, chapa Bolsonaro/Braga Neto...

Com apelo religioso, ataques ao STF e a Lula, chapa Bolsonaro/Braga Neto é formalizada pelo PL

13
0

O PL oficializou neste domingo (24.07), a candidatura do presidente Jair Bolsonaro à reeleição. Também foi chancelado o nome do general da reserva Walter Braga Netto como candidato a vice na chapa. O anúncio foi feito no momento em que Bolsonaro chegou ao palco do Ginásio do Maracanãzinho, no Rio de Janeiro, onde aconteceu a convenção do partido para o lançamento oficial da campanha eleitoral.

O presidente marcou presença no evento acompanhado de sua esposa, a primeira-dama Michelle Bolsonaro.  Antes de iniciar seu discurso, Bolsonaro passou a palavra para Michelle, em uma tentativa de aproximar a campanha do povo feminino. A primeira-dama focou sua fala na religião, disse que o Brasil estava “mal administrado” e que a luta pela reeleição do marido é um “projeto de libertação” para o País.

Na sequência, Bolsonaro falou, repetindo alguns dos ataques que costuma a fazer a governos e países de esquerda. O presidente também voltou a criticar o Supremo Tribunal Federal (STF) e seus ministros, a quem se referiu indiretamente como “surdos de capa preta” – e recebeu apoio do público, que vaiou a corte e entoou: ” Supremo é o povo”.

Críticas ao ex-presidente Lula – O discurso de Bolsonaro foi voltado a sua base eleitoral. Ele criticou “ideologia de gênero”, o aborto, legalização das drogas, atacou Lula e os países de esquerda. “Quem até os 20 anos não foi de esquerda, não tem coração. Quem continuou depois dos 20, não tem cérebro”, afirmou Bolsonaro em seu discurso.

Jair Bolsonaro afirmou que Lula pretende legalizar o aborto e as drogas no Brasil, caso volte à Presidência da República, e chamou o ex-presidente de “cachaceiro”, “nove dedos”, “descondenado” e “bandido”. O presidente disse ainda que o Governo Federal está há três anos e meio sem corrupção e que os “jovens de esquerda” devem fazer uma comparação entre os dois Governos antes de escolher o voto.

Presenças – Também marcaram presença no evento, ministros do governo, parlamentares e o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), que recebeu elogios de Bolsonaro em sua fala. “Lira tem colaborado muito com o nosso Governo. Graças ao Lira conseguimos aprovar leis que abaixaram os combustíveis. Se não fosse o Arthur Lira, esse cabra da peste de Alagoas, não teríamos chegado a esse palco”, exaltou o presidente.

Além de Lira, outros convidados de destaque foram o senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ), um dos filhos do presidente, o governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro (PL), o ex-ministro da Infraestrutura e candidato em São Paulo Tarcísio de Freitas, o ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira, o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuelloo atual chefe da pasta, Marcelo Queiroga, o ministro das Comunicações, Fábio Faria, o ministro da Justiça, Anderson Torres, a ex-ministra da Agricultura Tereza Cristina, o advogado Frederick Wassef e parlamentares como Bia Kicis, Carla Zambelli e Daniel Silveira, condenado pelo STF a prisão por ameaças ao STF e agraciado com indulto de Bolsonaro, que foi muito aplaudido pelo público.

O PL esperava 10 mil pessoas na convenção, mas não foi divulgado oficialmente o número de participantes.

Fonte: Vgn Notícias