Início Destaques PF prende quadrilha que desviou R$ 1,7 mi do Auxílio Emergencial

PF prende quadrilha que desviou R$ 1,7 mi do Auxílio Emergencial

10
0

A Polícia Federal deflagrou nesta sexta-feira (22) a Operação Escamoteio, visando combater fraudes praticadas contra o Auxílio Emergencial, cujo pagamento foi efetuado pela Caixa Econômica Federal.

Ao todo foram cumpridos quatro mandados de prisão, 18 mandados de busca e apreensão e sequestro de bens e ainda dois mandados de suspensão do exercício da função pública, expedidos pela 5ª Vara Federal da Seção Judiciária do Mato Grosso.

Os mandados foram cumpridos em Mato Grosso, Rio de Janeiro, Paraná, Pernambuco, Maranhão e Rio Grande do Sul.

A operação visa desarticular uma organização criminosa especializada em realizar fraudes causando prejuízos aos cofres públicos, a qual tinha entre seus integrantes com participação efetiva empregados e terceirizados da Caixa Econômica Federal.

Até o momento, foi constatado um prejuízo de mais de R$ 1.700.000 decorrente das fraudes do Auxílio Emergencial, somente entre os meses de janeiro e junho deste ano.

Observa-se que, para além da desarticulação do grupo, foi estancado grande o desfalque diário de valores que deixavam de ser pagos àqueles que mais necessitavam.

O grupo investigado atuava alterando as informações dos clientes junto ao aplicativo “Caixa Tem” e posteriormente transferindo os valores para contas de membros do grupo, efetuando pagamento de boletos ou ainda realizando saques em terminais de auto-atendimento da Caixa.

Trata-se da primeira Operação Policial deflagrada após a inauguração da Unidade Especial de Investigação de Crimes Cibernéticos, criada pela Polícia Federal para o combate aos crimes e ataques utilizando modus operandi altamente complexo e tecnológico.

Ressalte-se que o trabalho também teve a parceria da Caixa Econômica Federal na obtenção de provas, ressaltando-se, sempre, a Estratégia Integrada de Atuação contra as Fraudes ao Auxílio Emergencial (EIAFAE) para o combate aos crimes contra o Auxílio Emergencial composta também pelo Ministério Público Federal, Ministério da Cidadania, Receita Federal, Controladoria-Geral da União e Tribunal de Contas da União.

 

Nome

O nome da Operação Escamoteio está relacionado com a atuação dos criminosos que se dedicam a furtar valores das contas vítimas e, visando encobrir a ação delituosa, movimentam o produto dos crimes em contas de laranjas.

Fonte: Mídia News