Início Destaques Em encontro com 40 embaixadores, Bolsonaro atacará urnas eletrônicas, TSE e Fachin

Em encontro com 40 embaixadores, Bolsonaro atacará urnas eletrônicas, TSE e Fachin

11
0

Na mesma toada que vem tocando ao longo dos últimos três anos, o presidente Jair Bolsonaro (PL) voltou à carga neste domingo (17.07) contra o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), atacando o presidente do Poder, ministro Edson Fachin e as urnas eletrônicas. Ele disse, em tom ameaçador, que fará nesta segunda-feira (18.07) uma exibição técnica, em powerpoint, sobre falhas nas urnas eletrônicas  a embaixadores, reunião prevista para esta segunda (18). Cerca de 40 embaixadores confirmaram presença no encontro, todos com representação no Brasil.

Segundo os analistas, o encontro idealizado pelo Planalto é visto como uma resposta de Bolsonaro ao encontro de junho do ministro Edson Fachin, presidente do Tribunal Superior Eleitoral, com os representantes estrangeiros e mais um capítulo da crise entre o Planalto e o TSE.

Vão participar pelo Governo, disse Bolsonaro, os ministros Ciro Nogueira, da Casa Civil, o da Defesa, Paulo Sérgio Nogueira.  O ex-ministro Braga Netto também foi convidado, segundo ele.

Na resposta sobre o encontro, ele citou a decisão de Fachin de não aceitar o convite para participar da reunião. “Na condição de quem preside o tribunal que julga a legalidade das ações dos pré-candidatos ou candidatos durante o pleito deste ano, o dever de imparcialidade o impede de comparecer a eventos por eles organizados”, diz trecho do ofício do ministro.

Segundo Bolsonaro, o ministro “não levou em conta que quem trata da política externa é o presidente da República de acordo com a Constituição”.

Fonte: Vgn Notícias