Início Esportes Pedro brilha, marca 4 e Flamengo mmassagra Tolima-COL

Pedro brilha, marca 4 e Flamengo mmassagra Tolima-COL

14
0

Classificação acompanhada de uma ótima atuação: o torcedor do Flamengo deixou o Maracanã, nesta quarta, esperançoso com motivos. Na vitória por 7 a 1 obre o Tolima (COL), que garantiu o Rubro-Negro nas quartas da Libertadores, O nome da noite, claro, foi o centroavante Pedro, autor de nada menos do que quatro gols.

Gabigol Matheus França e Quiñones – que marcou a favor e contra -, completaram o placar e coroaram o futebol impecável do Flamengo.
Foram precisos cinco minutos para o Flamengo ditar o ritmo do jogo. Com boa movimentação dos homens de frente, o time de Dorival Jr mostrou que está mesmo “leve, livre e solto” – como disse Zico – e, após tabelinha com Arrascaeta, Pedro entrou na área para finalizar cruzado: 1 a 0 aos cinco minutos. A partida ficou à feição do Rubro-Negro, que encaixou uma sequência de ataques em transição rápida.

O segundo gol veio aos 20, em mais um lance em que Everton Ribeiro teve liberdade. A bola passou por Arrascaeta, que encontrou Pedro na área. O passe de calcanhar deixou Gabi em condições de marcar, mas Cuesta defendeu. A bola explodiu em Quiñones e entrou: 2 a 0!

Diante da vantagem no placar, o Flamengo teve tranquilidade para administrar o jogo, até abrindo mão da posse de bola. Contudo, o Tolima mal ameaçou a meta de Santos. Michael Rangel e Trujillo, aos 17 e aos 29, finalizaram por cima, sem perigo. Com a dificuldade do time colombiano em construir, o goleiro do Fla só precisou trabalhar, de fato, nas bolas aéreas na primeira etapa – e não teve problemas.

PEDRO, GABI, FRANÇA, PEDRO DE NOVO… CHUVA DE GOLS!

O início da etapa final foi ainda mais promissor do que o primeiro tempo. Com um minuto, David Luiz escorou para a área falta cobrada por Arrascaeta. Centroavante nato, Pedro, dominou na pequena área, ajeitando o corpo para finalizar e deixar o placar em 3 a 0 no Maraca.

Ainda aos 10, o Flamengo voltou a balançar a rede do Tolima. Thiago Maia desarmou e serviu Gabigol, que avançou até a área, puxou para a esquerda e chutou forte, sem chances para Cuesta desta vez: 4 a 0.

Mais seis minutos se passaram, Dorival mexeu no time e, em sua primeira participação, Matheus França tabelou com Pedro e, na saída de Cuesta, fez mais um: 6 a 1. E, acreditem, teve mais gol do homem.

Aos 33, Gabigol fez uma jogadaça pela esquerda e obrigou o goleiro do Tolima a fazer grande defesa. No rebote, lá estava o camisa 21. Entre os quatro gols da noite, foi o mais fácil, com apenas um toque, mas serviu para fechar o placar e a festa da Nação no Maraca: 7 a 1!

Fonte: Vgn Notícias