Início Política Bezerra: tendência natural é MDB apoiar reeleição de Mendes

Bezerra: tendência natural é MDB apoiar reeleição de Mendes

19
0

O presidente do MDB em Mato Grosso, deputado federal Carlos Bezerra, afirmou que dificilmente a sigla apoiará o lançamento de uma candidatura do ex-prefeito Percival Muniz ao Governo.

A possibilidade, considerada mais um “balão de ensaio” é fomentada pelo prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), que tenta a todo o custo lançar algum nome para peitar o governador Mauro Mendes (União Brasil) nas urnas.

O MDB faz parte da base de Mendes e, segundo Bezerra, a união deve ser mantida para a reeleição.

“A tendência natural é apoiar Mauro Mendes. É a maior possibilidade hoje. Os companheiros têm direito de opinar, de propor, mas é a convenção que decide”, disse, ao MidiaNews

“Não conversei com Mauro sobre isso. Vamos ver. Isso será decidido nas convenções”, acrescentou.

“Em cima da hora”

Já o deputado federal Juarez Costa foi mais enfático quanto a não abrir mão do apoio a Mendes.

Apesar de ver Juarez como um “bom nome”, disse que o MDB já apoia Mendes desde o início e que tem tido respaldo da atual gestão.

“É um bom nome, mas a coisa em cima da hora não funciona. Se você pegar hoje, vai ver que tem muitos prefeitos comprometidos. Então, é difícil em cima da hora você lançar uma candidatura”, disse.

Juarez afirmou que, na possibilidade de o partido realmente apoiar Percival, irá pedir licença para apoiar a reeleição de Mendes.

“Eu sou Mauro Mendes sem problema nenhum. A gente tem essa liberdade dentro do partido. Já existe uma escolha de muito tempo. Eu falo isso há muito tempo e não é em cima da hora que vou mudar de opinião. Não posso, não seria leal da minha parte”, afirmou.

Insistência

O nome de Muniz para candidato ao Governo é mais uma das tentativas do prefeito Emanuel Pinheiro de lançar um nome contra seu “arquirrival”, o governador Mauro Mendes.

Após ameaçar se candidatar ao Paiaguás, e recuar, Emanuel tentou lançar Wellington Fagundes (PL), Carlos Fávaro (PSD) e José Stopa (PV). Nenhum dos nomes deu certo.

Fonte: Mídia News