Início Destaques Júri de acusado de matar e sumir com namorada é adiado

Júri de acusado de matar e sumir com namorada é adiado

8
0

O julgamento do réu Izomauro Alves Andrade foi adiado e ainda não tem nova data. Ele é acusado de matar e ocultar o corpo da estudante de Direito, Lucimar Fernandes Aragão, em 2020, cujo corpo até hoje não foi achado. O júri popular estava marcado para 14 de junho.

A decisão que agendou o julgamento é do dia 3 de maio, após conclusão de toda a tramitação processual e audiências de instrução. Contudo, apesar de estar na pauta de julgamento, ele não foi realizado. A assessoria do Tribunal de Justiça informou que o adiamento ocorreu a pedido da defesa do réu. No processo não consta detalhes do pedido.

A princípio a polícia investigava o desaparecimento da mulher, vista pela última vez em 18 de maio de 2020. Ela se mantinha distante da família e os contatos eram esporádicos, tanto que o sumiço só foi registrado oficialmente em agosto daquele ano.

Vítima e suspeito namoraram por cerca de 6 meses e o relacionamento era conturbado. A mulher, inclusive, havia registro acusado de violência doméstica contra o companheiro.

Foi com ele que a mulher falou pela última vez e o suspeito sumiu logo após o crime.

Ele foi localizado em fevereiro de 2021, mas conseguiu fugir. Posteriormente, ele foi preso, em fevereiro, escondido em casa de parentes, em Várzea Grande.

O réu segue preso desde então e espera julgamento.

Ele responde pelos crimes homicídio com qualificadora em feminicídio e ocultação de cadáver

Fonte: Gazeta Digital