Início Esportes Santos insiste e é recompensado nos acréscimos: 1 a 0 no La...

Santos insiste e é recompensado nos acréscimos: 1 a 0 no La Calera

12
0

Com escalação alternativa para poupar alguns jogadores, mas não podendo perder, o que causaria sua desclassificação, o Santos insistiu do começo ao fim e, mesmo sem muita organização, venceu os chilenos do Unión La Calera na noite desta quarta-feira (18), na Vila Belmiro, pela Copa Sul-Americana: 1 a 0. Gol salvador só marcado nos acréscimos por Lucas Barbosa.

Com o resultado, o Peixe ganha a liderança do grupo C, com 10 pontos; La Calera, que estava na ponta, fica na segunda posição, com oito. A definição de quem avançará às oitavas fica para a reta final, agora, com maiores chances do time do litoral paulista.

O próximo confronto do Santos será sábado (21), às 18h30, contra o Ceará, na Arena Barueri, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro. Só depois pega os argentinos do Banfield na última rodada da fase de grupos da Sul-Americana: terça (24), às 19h15, na Vila. Balfield é o lantena, com quatro pontos.

O Unión La Calera joga também sábado, às 21h, contra o Club de Desportes La Serena, no Estádio Municipal Nicolás Chahuán Nazar, em La Calera, pelo Campeonato Chileno. E, na Sul-Americana, volta a campo igualmente na terça, às 19h15, no estádio Sausalito, em Viña del Mar, diante da Universidad Católica-EQU, terceiro colocado, com cinco.

O jogo
Se o frio desafiava a torcida, o Peixe tratou de esquentar os ânimos logo no primeiro minuto. Marcos Leonardo calibrou o pé em ótimo cruzamento para Ricardo Goulart que, debaixo das traves, perdeu grande chance. A bola beliscou o travessão.

Só dava Santos, acelerado, em busca do gol. Aos 11’, Sanhueza, do time visirante, levou cartão amarelo. E Rwan Seco tentou criar jogada mais aguda.

Rwan era, de fato, o que mais aparecia até os 18’, inclusive tentando chute de longe. O Peixe sabia que só um resultado minimamente positivo interessava. Derrota representava desclassificação.

O La Calera, enfim, assustou. Aos 20’, Castellani desviou de cabeça após cobrança de escanteio e por muito pouco não abriu o placar.

O Santos tentava responder com Goulart e Lucas Braga, mas os chilenos é que chegaram de novo. Aos 32’, Sáez recebeu cruzamento e acertou o cabeceio para balançar as redes de João Paulo, mas o impedimento foi imediatamente marcado.

Os visitantes reclamaram bastante, inclusive no Twitter do clube com o jogo ainda em andamento. Não há VAR nessa fase.

A partida seguiu na mesma toada: Santos buscando ser rápido e La Calera tentando surpreender. Ficou nisso a etapa inicial: 0 a 0.

Etapa final
Teve início e já rendeu escanteio para o Santos: aos 2’, Marcos Leonardo chegou a colocar a bola no travessão em lance que Rwan também chutou com perigo.

E mais bola na trave, com Ricardo Goulart, em toque de cabeça no poste esquerdo, aos 2’. Já aos 7 foi a vez de Rwan novamente arriscar de canhota, pela esquerda, mas a bola passou longe.

Os times mexeram, mas a dinâmica da partida seguiu a mesma: o La Calera demonstrando força na defesa e o Santos buscando o gol a qualquer custo.

O técnico santista Fabián Bustos promoveu mais alterações, mas o La Calera é que ensaiou se lançar mais ao ataque.

Aos 28’, Léo Baptistão, que entrou, levou a melhor com o zagueiro brasileiro Pedro Henrique, do La Calera, mas o desvio de cabeça não resultou em gol.

Àquela altura era o jogo de um time só, mas faltava organização ao ritmo frenético do Peixe contra o fechado La Calera.

O Alvinegro Praiano ainda colocou uma terceira bola no travessão em chute de Lucas Barbosa, aos 42′. O La Calera respondeu com Sáez em chute perigoso que João Paulo defendeu.

O tempo fechou em grande confusão nos minutos finais: cartões vermelhos para Baptistão, que tinha levado amarelo um pouco antes, e Ramíres.

Até que, aos 56′, Lucas Barbosa chutou forte ao receber lançamento de Sandry: gol salvador que faz o Peixe encaminhar sua classificação. A confusão em campo continuou até mesmo após o apito final: 1 a 0 para o Santos.

FICHA TÉCNICA

Santos 1 x 0 Unión La Calera
Local: Estádio Urbano Caldeira (Vila Belmiro), em Santos
Data e hora: quarta (18/5), às 21h30
Árbitro: Jesus Valenzuela (VEN)
Assistentes: Tulio Moreno (VEN) e Antoni García (VEN)

Público: 11.110
Renda: R$ 277.552,50

Cartões amarelos: Sanhueza (Unión La Calera), aos 11’/1ºT; Vidangossy (Unión La Calera), aos 23’/1ºT; Camacho (Santos), aos 37’/1ºT; Oyanedel (Unión La Calera), aos 29’/1ºT; Lucas Barbosa (Santos), aos 32’/1ºT; Alarcon (Unión La Calera), aos 48’/2ºT; Léo Baptistão (Santos), aos 49’/2ºT; João Paulo (Santos ), aos 54’/2ºT; Rodrigo Fernández (Santos), aos 55’/2ºT

Cartões vermelhos: Ramírez (Unión La Calera), aos 52’/2ºT; Léo Baptisão (Santos), aos 52’/2ºT

SANTOS: João Paulo; Auro (Lucas Barbosa), Kaiky, Eduardo Bauermann e Felipe Jonatan (Lucas Pires); Sandry, Camacho (Rodrigo Fernández) e Ricardo Goulart (Léo Baptistão); Rwan Seco, Lucas Braga e Marcos Leonardo (Bryan Angulo). Técnico: Fabián Bustos.

UNIÓN LA CALERA: Arce; Pedro Henrique Alves, Christian Vilches e Henry Sanhueza; Matías Fernandez, Gonzalo Castellani (Pérez), Williams Alarcón, Yerco Oyanedel (Ramirez), Nícolas Orellana (Valencia); Mathias Vidangossy (Rodriguez) e Sebastián Sáez. Técnico: Frederico Vilar.

Fonte: Esportes R7