Início Dia-a-Dia Homem que matou esposa com marretadas na cabeça é preso

Homem que matou esposa com marretadas na cabeça é preso

8
0

Georileis Cardoso da Silva, 52 anos, foi identificado como autor do feminicídio brutal contra Francinete Silva dos Santos, 32 anos, na última sexta-feira (09), no bairro Montreal Park, em Sinop (500 km da Capital).

Ele foi localizado e preso na tarde dessa quarta-feira (14) em uma lanchonete no Assentamento 12 de Outubro, às margens da BR 163, cerca de 60 km do perímetro urbano de Sinop, onde confessou o crime.

Georileis estava de bicicleta e carregando uma mala tentado fugir da cidade.

Desde o dia dos fatos, o acusado ficou escondido numa residência do bairro Gente Feliz, enquanto a polícia fazia buscas por seu paradeiro.

A mãe de Francinete, que está com os netos em Sinop, relatou aos investigadores que a filha já sofreu diversas agressões do marido, que sempre foi muito violento, e chegou a relatar alguns casos.

Entre eles, num período em que Francinete e Georileis estavam separados e ele a convidou para jantar com o intuito de reatar o casamento. No entanto, ao deixar o estabelecimento, o acusado entrou por uma estrada deserta e pegou uma faca para matá-la.

Francinete foi salva porque uma testemunha, que passava pelo local, acionou a Polícia Militar.

No dia dos fatos, após ser agredida a marretadas e tijoladas dentro de casa, na frente das filhas, 8 e 14 anos, supostamente por crise de ciúmes do marido, Francinete foi encontrada inconsciente no chão de casa, coberta de sangue.

Foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros e encaminhada ao Hospital Regional, onde ficou por cinco dias e não resistiu mais.

Um vizinho relatou que ao ver Francinete ser espancada tentou segurar o acusado, mas com medo de Georileis estar armado, soltou, saiu da casa e acionou a polícia.

Nesse momento, o agressor conseguiu escapar pulando muros de diversas casas e não foi encontrado até essa quarta-feira (14).

Ele foi conduzido à Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, Criança e Idoso (DEDMCI), onde foram tomadas as providências cabíveis e, posteriormente, colocado à disposição da Justiça.

Publicado por: Visão Notícias

Deixe uma resposta