Início Notícias PM mata mais um suspeito de aterrorizar cidade; 9 já morreram

PM mata mais um suspeito de aterrorizar cidade; 9 já morreram

19
0

Mais um suspeito de participação no assalto a duas cooperativas de crédito de Nova Bandeirantes, no começo deste mês, foi morto em confronto com policias do Bope e da Força Tática na manhã desta segunda-feira (28).

 

De acordo com informações preliminares da Polícia Militar, o homem, que ainda não teve a identidade divulgada, estava em uma balsa na região do Rio Juruena, no Distrito de Japuranã, em Nova Bandeirantes

 

O suspeito estava tentando fugir do cerco policial montado desde o início do mês na região.

 

Mortes no sábado

 

No sábado (26), dois outros integrantes da quadrilha haviam sido mortos em confronto com a Força Tática. Uma prisão também foi registrada pela PM.

 

Segundo informações da Polícia Militar, as equipes da Força Tática se depararam com cinco suspeitos no local quando a troca de tiros teve início. Um homem – cuja identidade não foi divulgada – acabou morrendo.

 

Já Francisco de Assis Cavalcante dos Santos foi morto após furar uma barreira em Nova Monte Verde (a 944 km de Cuiabá), também no sábado (26).

 

Segundo a PM, ele portava uma arma de fogo.

 

Quase R$ 140 mil recuperados

 

Na tarde de sábado (26), R$ 138.646 foram apreendidos pelos policiais militares. A suspeita é de que o valor faça parte do montante levado no assalto às agências do Sicredi e Sicoob em Nova Bandeiramtes.

 

Destes, R$ 134.006 estavam em posse de Franklis Souza de Jesus, que também é suspeito de integrar o grupo criminoso e foi preso durante confronto que deixou outro suspeito morto.

 

Franklis portava um fuzil Ruger Cal 5.56, munições de variados calibres, rede, mochila, rádio de comunicação e colete balístico.

 

Outros mortos

 

Outros seis assaltantes da quadrilha foram mortos em dois confrontos com policiais do Bope e Força Tática.

 

O primeiro aconteceu no dia 10 de junho, resultando na morte de Romário de Oliveira Batista, Luiz Miguel Melek e Maciel Gomes de Oliveira e Waldeir Porto Costa.

 

No segundo, em 21 de junho, morreram Diego de Almeida Costa e Adailton Santos da Silva.

 

O crime

 

O assalto, na modalidade Novo Cançaço, aconteceu no dia 4 de junho, quando bandidos fortemente armados invadiram a cidade, roubaram duas cooperativas e fugiram levando reféns como escudos humanos.

 

Durante a ação, eles fizeram diversos disparos pela cidade, atingido inclusive estabelecimentos comerciais.

 

Veja o vídeo da chegada dos policiais após o confronto:

 

Informações: MidiaNews

Deixe uma resposta