Início Esportes Alberto Valentim: Vice-presidente queria interferir na escalação do Cuiabá

Alberto Valentim: Vice-presidente queria interferir na escalação do Cuiabá

8
0

O ex-treinador do Cuiabá, Alberto Valentim, acusou o vice-presidente do clube, Cristiano Dresch, de querer interferir na escalação dos jogadores. A declaração foi dada nesta segunda-feira (31) ao programa Seleção SporTV. O ex-técnico do Dourado afirmou que, desde sua chegada ao clube, no início do mês de abril, sempre foi muito aberto e transparente com a diretoria, mas que “tudo tem limite”.

Então, quando uma coisa começa a ser levada muito para dentro do campo, querendo quase obrigar que eu colocasse certos jogadores ou tirasse outros, o relacionamento começa a ficar um pouco desgastado. Na semana que passou, ele foi muito incisivo em algumas colocações”, disse.

Valentim foi demitido no sábado (29), minutos após o Cuiabá empatar com o Juventude por 2 a 0, na Arena Pantanal, na estreia do Dourado na Série A do Brasileirão.

Valetim disse ter tomado conhecimento de que poderia ser demitido na quinta-feira (27). No entanto, ele só levou ao conhecimento dos jogadores após a competição de sábado (29).

Eu até imaginava e não quis externar isso para ninguém, nem dentro da minha casa, para minha mulher. E nem para os jogadores porque eu não queria colocar nenhuma pressão a mais do que todos os jogadores já têm. Achei que seria uma coisa que poderia nos prejudicar no jogo.  Só passei isso depois do jogo e eles ficaram incrédulos com a demissão“.

Durante a entrevista, Valentim voltou a comentar sobre as acusações que circularam na internet após sua saída do comando do Cuiabá. Entre os boatos, estava uma suposta traição e um desentendimento entre ele e um jogador.

Foram inverdades muito nojentas, uma nojentíssima que foi em relação à minha vida pessoal e a família também do Cristiano Dresch. A outra que não é verdade é que eu tive uma discussão com o Elton. Não teve nada disso, pelo contrário, os jogadores se mobilizaram, não deixaram nem eu sair da minha sala dentro da Arena pra que eles tentassem reverter essa situação”, declarou.

Insatisfação com desempenho

De acordo com o vice-presidente do clube, Cristiano Dresch, a demissão de Valentim se deu pela “insatisfação da diretoria” com o desempenho do time. Segundo ele, o Cuiabá não conseguiria se manter na Série A sob o comando do ex-técnico.

Valentim, no entanto, rebateu essas informações. “É muito fácil uma pessoa, que eu respeito, que é o presidente do clube, chegar para vocês e falar que o time não tinha padrão de jogo. Eu provo o contrário para vocês, dentro das filmagens que eu tenho, dos nossos treinos e jogos”, disse.

Lógico que fica a minha palavra contra a dele. A opinião dele, que eu respeito como dirigente e torcedor, vendo aquilo, mas eu preciso me defender”, afirmou.

Seleção SporTV

Deixe uma resposta