Início Cotidiano Médico cuiabano responde sobre risco de ingerir álcool após vacina contra a...

Médico cuiabano responde sobre risco de ingerir álcool após vacina contra a covid

13
0

O médico infectologista Tiago Rodrigues, que fez parte da equipe responsável pelo ensaio clínico de testagem da eficácia da CoronaVac no Hospital Universitário Júlio Müller, em Cuiabá, diz que não existe contraindicação em tomar a vacina contra a covid-19 e consumir bebida alcoólica.

“Desde que moderadamente não tem contraindicação. Só não pode fazer uso abusivo do álcool, beber para ficar bêbado, porque o alcoolismo prejudica o sistema imune”, orientou o médico.

A maior preocupação das pessoas vacinadas é se a ingestão de bebida alccólica pode anular a eficácia do imunizante, o que o infectologista garante que não há risco.

Desde o início da vacinação contra a covid no Brasil, em janeiro deste ano, circula na internet uma série de fakenews (notícias falsas) para que não seja feita a ingestão de bebidas alcoólicas no período de aplicação da vacina para não cortar o efeito do imunizante.

Os fabricantes das duas vacinas usadas até o momento no país, a CoronaVac (Instituto Butantan) e AstraZeneca (Fiocruz), asseguram que não existe risco de eventos adversos ligados à bebida.

O Ministério da Saúde também já emitiu nota descartando riscos. “Não há nenhuma evidência sobre a relação do álcool com o comprometimento da formação de anticorpos promovida pela vacina covid-19”.

Imagem: Reprodução

Deixe uma resposta