Início Destaques Prefeitura de Leverger adere ao Decreto estadual no combate ao Covid-19

Prefeitura de Leverger adere ao Decreto estadual no combate ao Covid-19

31
0

Durante reunião com vereadores e secretários do município de Santo Antônio de Leverger, nesta terça-feira (30), a prefeita Francieli Magalhães emite Decreto que segue as recomendações do governo do estado, de combate ao Covid-19.

Devido ao aumento nos casos dentro do município, e visando resguardar a vida da população, a Prefeitura esclarece que a adoção das medidas são necessárias, para conter a circulação do vírus entre as pessoas.

De acordo com as recomendações do governo, além das medidas contidas no Decreto estadual, os prefeitos poderão adotar ações mais restritivas para diminuir o número de casos e a circulação do vírus.

As normas passam a valer a partir da data de sua publicação, e um projeto de cumprimento  do Decreto foi aprovado pela Câmara de vereadores, após uma sessão extraordinária, realizada na noite desta terça-feira (30).

Para a prefeita Francieli Magalhães, as medidas são necessárias, porque existe um caos instalados dentro da saúde publica do País, e o estado encontra-se com quase 100% de ocupação em seus leitos de UTIs.

“Estamos enfrentando um verdadeiro colapso na saúde, e temos que criar alternativas para combater o Coronavírus, e adotar essas restrições até o momento é o mais indicado, já que não há vagas nas UTIs dos hospitais no estado”, finalizou Francieli.

As medidas são válidas por 15 dias, podendo ser prorrogado caso haja necessidade, e as penalidades para quem descumprir, é de R$ 1.500,00 para CNPJ e de R$ 500,00 para Pessoa Física.

Santo Antônio de Leverger, está classificado entre os municípios com contágio ALTO de acordo com a Defesa Civil.

Já o município que está classificado com o risco muito alto deve determinar, por meio de Decreto municipal, quarentena coletiva obrigatória de 10 dias. Nesse período, o prefeito poderá antecipar feriados para auxiliar as atividades econômicas.

Por Jota Jota
Fotos: Reprodução

Deixe uma resposta