Início Mato Grosso MP denuncia Pedro Taques, primo e coronéis por escutas ilegais

MP denuncia Pedro Taques, primo e coronéis por escutas ilegais

22
0

O Ministério Público de Mato Grosso (MPMT) apresentou denúncia contra o ex-governador Pedro Taques (Solidariedade) e o ex-secretário-chefe da Casa Civil, Paulo Taques, por improbidade administrativa praticada no âmbito da ‘grampolândia pantaneira’. Também foi pedido o bloqueio de R$ 355 mil dos denunciados.

A denúncia é assinada pelo promotor Reinaldo Rodrigues de Oliveira Filho. O promotor pede que os envolvidos paguem de indenização por dano moral coletivo causado à sociedade.

Também foram denunciados os coronéis: Zaqueu Barbosa (ex-comandante da PM); Evandro Lesco (ex-chefe da Casa Militar) e Airton Siqueira (ex-secretário de Justiça e Direitos Humanos). O cabo da PM, Gerson Correa, responsável por operacionalizar o esquema de escutas ilegais, também foi denunciado.

O esquema estaria funcionando desde agosto de 2014 e tinha como objetivo espionar a vida de adversários políticos do ex-governador Pedro Taques durante a campanha eleitoral de 2014. Foram grampeados vários políticos, advogados e até jornalistas. Em maio de 2015, a espionagem ganhou destaque nacional, quando o esquema foi exposto no programa Fantástico, da Globo.

As interceptações ocorriam por meio de um esquema chamado de “barriga de aluguel”, quando número de terceiros são colocados em meio a investigações legítimas. Ao incluir os números como nomes diferentes dos verdadeiros proprietários dos telefones, a Justiça era induzida ao erro e autorizava a interceptação.

Por meio de nota, o ex-governador Pedro Taques e ex-secretário-chefe da Casa Civil Paulo Taques afirmaram que nunca fizeram ou pediram que fossem realizadas escutas ilegais em adversários políticos.

CONFIRA AS NOTAS:

Pedro Taques

1) expresso meu respeito ao MP brasileiro, Instituição necessária para a Democracia, é ao promotor de justiça que assinou a petição;

2) todos que exercem cargos públicos estão sujeitos a ação, ninguém está acima da Constituição e das Leis, inclusive EU;

3) no entanto, se tudo que o MP coloca no papel fosse a verdade absoluta, não se precisaria do Poder Judiciário. Na Democracia, é ele, o Poder Judiciário, o encarregado de dar a última palavra, com o necessário devido processo legal;

4) sobre o fatos, o MP fundamento a ação, em relação a minha pessoa, em 5 indícios, que ele mesmo assim denomina, todos suposições e ilações do próprio MP:

A) que eu deveria ter conhecimento: nunca fiz, não mandei, não soube, tomei conhecimento e, imediatamente tomei a providência;

B) pedi, assim que soube, que o MP, o Gaeco, tomasse providência, isso por ofício, inclusive citando o nome do tal Cabo Gerson, e nada foi feito, ao contrário, foi arquivado, sem investigação, e por que isso não foi indagado pelo culto promotor de Justiça?

B) em depoimento por mim prestado ao MP, um dia após a quarta feira de cinzas, de 2020, fiz várias representações, inclusive contra o promotor Mauro Zaque, quais as providências tomadas depois de mais de ano?

C) no mesmo depoimento, há mais de ano, solicitei ao Culto promotor, providências em relação a um laudo não constante dos autos, qual seja, perícia no celular de um tal Coronel Soares, qual providência foi tomada?

D) dentre outras providências , todas feitas no mesmo depoimento;

5) se existe algo que ainda confio, é na justiça, estou pronto para fazer minha defesa, pois nada fiz de errado, quem fez, tem que ser responsabilizado, com obediência ao devido processo legal.

Paulo Taques

1- esses fatos ainda estão sendo investigados, de maneira que o MP faz conclusões precipitadas e desatualizadas, por isso mesmo inverídicas. Além disso, não mostra provas importantes que tem conhecimento. Por quê?

2 – a ação é amparada na fala de pessoas que prestaram dezenas de depoimentos, com várias contradições entre elas próprias. Mas isso o MP não mostra. Por quê?

3 – após 5 anos, ainda não fui ouvido nos inquéritos. Por quê?

4 – por fim, nunca pedi ou mandei que fosse feita interceptação telefônica de ninguém.

Imagem: Rafaella Zanol

Fonte: https://www.reportermt.com.br/poderes/mp-denuncia-pedro-taques-primo-e-coroneis-por-escutas-ilegais/134126

Deixe uma resposta